9 de Julho de 2012

Julho 2012 | Organismos Geneticamente Modificados




Balanço da Cimeira Rio +20




Na passada segunda-feira, dia 02 de Julho, na rubrica radiofónica ECO-ROL fizemos um balanço sobre a Cimeira RIO+20.
Deixamos aqui os principais resultados desta Cimeira, do nosso ponto de vista:
  • Documento “O Futuro que queremos” com 49 páginas e 283 parágrafos que reafirma princípios anteriores relacionados com um desenvolvimento económico em harmonia com o bem-estar social e aponta alguns novo...s caminhos neste sentido, embora sem metas, números ou datas concretas.
  • A inclusão da erradicação da pobreza como principal objectivo da ONU na promoção global do desenvolvimento sustentável. 
  • Fortalecimento do Programa das NU para o Ambiente – PNUA, com papel acrescido na definição da agenda global de ambiente e de coordenação das intervenções de outras instituições das NU e na promoção das sinergias entre os Acordos Multilaterais de Ambiente; reforço da presença regional.
  • Criação de um Fórum Universal Intergovernamental para a coordenação, implementação e respectivo acompanhamento do desenvolvimento sustentável nos EM e nas instituições das NU.
  • Reconhecimento da insuficiência do PIB como indicador para medir a produção de riqueza de cada país, devendo ser integrados também critérios ambientais, incluir a saúde natural de um país, um ambiente limpo e coesão social.
  • Economia Verde - Compromisso no plano dos princípios sobre a importância da transição para uma economia verde e o reconhecimento de que se trata de um esforço que deve ser comum (por oposição a ser exclusivamente nacional). Economia verde é uma economia que não continue a basear-se na exploração intensiva de recursos naturais finitos, ou seja, criação de empregos verdes numa base económica low-carbon.
  • Nos Oceanos foi decidido adoptar uma decisão relativa ao início da negociação de um instrumento jurídico internacional para a conservação e utilização sustentável dos recursos marinhos para lá das zonas de jurisdição nacional e a adopção de objectivos concretos para espécies invasoras e para a poluição (incluindo marine litter). 
  • Na Água foi reconhecido o direito à água e ao saneamento como direito humano (forte referência à escassez de água e à eficiência no uso da água.
  • No domínio da Agricultura, reconhece-se a importância deste sector, da revitalização das comunidades rurais, do aumento da produtividade da agricultura e do aumento da produção sustentável nesta actividade.

Resumindo, em 30 anos (desde a Conferência de Estocolmo, em 1972) passamos da perspetiva de “Bendita poluição porque nós queremos crescer” para uma perspectiva de Economia Verde, o que, é uma grande evolução em termos de pensamento e acções.
Esta cimeira serviu, acima de tudo, para estimular a consciência da sociedade civil.
Esperamos que se volte a falar brevemente de novos frutos desta cimeira.
Até lá, cabe também ao cidadão contribuir diariamente para a concretização dos objectivos do desenvolvimento sustentável.
Pequenas acções concretizadas por cada um de nós, multiplicadas pelas várias comunidades, podem criar um mundo melhor” Ban Ki-Moon, Secretário-geral da ONU

15 de Junho de 2012

II Mini-Colóquio Nós Pela Natureza / EB2,3 António Feijó




Assinalando o Dia Mundial do Ambiente, a EB 2,3 António Feijó realizou na passada terça-feira, dia 05 de Junho, o II Mini - Colóquio Nós Pela Natureza, este ano dedicado ao tema das Energias Renováveis.
Este Mini-Colóquio, direcionado para os alunos do 9º ano dessa escola, representa o encerramento do plano de atividades  Nós Pela Natureza que a EB 2,3 António Feijó dinamizou durante o presente ano letivo.
A sessão de abertura contou com a presença do Presidente do Município de Ponte de Lima, da Vereadora do Ambiente e do Diretor do Agrupamento Vertical de Escolas António Feijó, que referiram a importância da educação ambiental dos jovens para o futuro da sociedade.  
O Mini-Colóquio seguiu com as apresentações do Eng. Araújo e Silva da Resulima sobre  a produção de biogás e a valorização energética de resíduos, do Técnico José Moreira da Tecnilima sobre energia solar e biomassa, e dos alunos do 9º 2  sobre as vantagens e desvantagens das energias renováveis. 
A sessão de trabalhos encerrou com a entrega de prémios aos vencedores dos Desafios Ecológicos e do Olho Eco-Mágico, atividades realizadas ao longo do ano, cujo objetivo fundamental é a educação da comunidade escolar para o ambiente e as boas práticas  ambientais.


Sessão de abertura


Sessão de abertura


Sessão de abertura


Alunos do 9º 2 | EB2,3 António Feijó
Vantagens e desvantagens das energias renováveis


Eng. Araújo e Silva | Resulima
Produção de biogás e a valorização energética de resíduos


Técnico José Moreira | Tecnilima
Energia solar e Biomassa


Sessão de encerramento


 Entrega de prémios aos vencedores dos Desafios Ecológicos e do Olho Eco-Mágico


Vencedores dos Desafios Ecológicos e do Olho Eco-Mágico

5 de Junho de 2012

Junho 2012 | Dia Mundial do Ambiente




28 de Maio de 2012

Certificações Nós Pela Natureza




No primeiro semestre de 2012, novas entidades se juntaram ao Clube Nós Pela Natureza, através da Certificação de Boas Práticas Ambientais:
  • Restaurante e Cervejaria Porta do Lima
  • S.A. Bar Galeria
  • Inovlima - Engenharia & Construção, Lda.
  • Klaustrofobia Bar
  • Redel Interiores
  • Lima Terrae
  • Lar de Fornelos
  • Ultimoda Cabeleireira
  • ZM Nutrition
  • Deutsche Bank - J.P.F.L. Consultoria Financeira, Lda.
  • Caballus - Moda Equestre
  • Restaurante Convento da Gula
  • Arvovalor
  • Calçada e Cerqueira, Sociedade de Mediação de Seguros
  • Restaurante Manuel Padeiro
  • Restaurante O Confrade
  • Carpintaria Castro Fernandes
Prefira estabelecimentos com Certificação Nós Pela Natureza, com a garantia de que contribuem diariamente para um desenvolvimento mais sustentável do Concelho de Ponte de Lima.

A Marca Nós Pela Natureza nas Entidades Aderentes




Cada vez mais, os aderentes do projeto Nós Pela Natureza reconhecem as vantagens da Certificação de Boas Práticas Ambientais, não só no que se refere à redução de custos através de uma gestão mais eficiente de recursos e da redução das taxas municipais, mas também pelo reconhecimento por parte da sociedade, relativamente ao contributo da implementação de boas práticas ambientais para um futuro mais sustentável.

A Carpintaria Castro Fernandes, foi o mais recente aderente a aplicar a marca nos veículos da empresa, divulgando desta forma, junto dos seus clientes e demais cidadãos, o seu compromisso com o meio ambiente.

Esta estratégia promove e estimula a vertente de Responsabilidade e Marketing Ambiental, junto do tecido socioeconómico do Concelho, funcionando também na perspectiva do consumidor no sentido de o sensibilizar para as problemáticas ambientais, esperando que este opte por estabelecimentos e serviços que desenvolvem a sua actividade em maior harmonia e respeito com o meio ambiente, no âmbito da Certificação Nós Pela Natureza.



Mercearia Tradicional Clementina Carneiro - um exemplo a seguir




A Mercearia Tradicional Clementina Carneiro, situada no centro da vila de Ponte de Lima, implementou mais uma boa prática ambiental, desta vez relacionada com a reciclagem de cápsulas de café.
À semelhança do que já acontecia nesta entidade aderente ao projeto Nós Pela Natureza, com a recolha de pilhas usadas dos seus clientes, os responsáveis D.Clementina e Sr.Cerqueira contactaram a empresa fornecedora de café e propuseram a oferta de um conjunto de chávena de café com pires, por cada 25 cápsulas usadas que cada cliente devolvesse à loja.
Desta forma, a Mercearia Tradiconal Clementina Carneiro motiva os seus clientes para a correta separação e encaminhamento de resíduos, evitando a sua deposição em aterro sanitário e permitindo a sua reciclagem - as borras de café são aproveitadas para compostagem e o plástico das cápsulas é aproveitado para produção de aglomerados que são depois utilizados na construção de bancos de jardim, parques infantis, entre outros.
Este é um bom exemplo de como cada um de nós, no seu local de trabalho pode promover as boas práticas ambientais, sem acréscimo de custos.



Desafios Ecológicos e Olho Eco-Mágico na Escola EB2,3 António Feijó




A Escola EB 2,3 António Feijó, aderente ao projeto Nós Pela Natureza, desenvolveu no presente ano letivo, à semelhança do ano anterior, um conjunto de atividades que têm como principal objetivo promover a educação ambiental e sensibilizar a comunidade escolar para as boas práticas ambientais de separação de resíduos e reutilização de materiais, despertando simultaneamente a consciência dos mais jovens para o seu papel preponderante na construção de uma sociedade sustentável.

De Janeiro a Maio do presente ano letivo decorreram os Desafios Ecológicos, largamente concorridos com trabalhos muito originais e criativos, inspirados em temáticas como a reutilização e reciclagem de materiais, conservação da natureza e do meio ambiente e energias renováveis.

O Concurso Olho Eco-Mágico, que decorreu durante todo o ano letivo, premiou vários alunos que foram “apanhados em flagrante” a cumprir o seu dever, enquanto cidadãos responsáveis, de fazer a correta separação dos resíduos no seu dia-a-dia.

O plano de atividades Nós Pela Natureza da EB2,3 António Feijó culmina com a realização do II Mini-Colóquio Nós Pela Natureza, a 05 de Junho - Dia Mundial do Ambiente, este ano dedicado ao tema “Energias Renováveis”, durante o qual serão entregues os prémios aos vencedores dos Desafios Ecológicos.



Vencendores dos Desafios Ecológicos
Fábio Gonçalves 9º1; Diogo Vieira 7º5; Margarida Valente 7º3;
Davide Silva 6ºC; Ivo Sousa 7º6; Marta Vieira 8ºA.



Vencendores dos Desafios Ecológicos de Janeiro
Joana Gomes 9º1; Ricardo Macedo 7º6; Liliana Lopes 7º6.



Vencendores dos Desafios Ecológicos de Fevereiro
Lídia Sousa 7º6,  Dario Correia 7º6; Mara Castro 7º6.



Trabalhos vencendores dos Desafios Ecológicos de Janeiro
"Prendas para o Dia dos Namorados"



 Trabalhos vencendores dos Desafios Ecológicos de Fevereiro
"Máscaras para o rosto"




Parabéns a todos os alunos que foram apanhados pelo "Olho Eco-Mágico"!
Parabéns a todos os vencedores e a todos os concorrentes dos Desafios Ecológicos!

11 de Maio de 2012

Escola de Arcozelo está de Parabéns!




A Escola Básica com Secundário de Arcozelo aderiu em 2011 ao Projeto Nós Pela Natureza com o objetivo de motivar alunos, professores e colaboradores à melhoria de alguns comportamentos e atitudes face a matérias ambientais, tão importantes como a redução da produção de resíduos, a separação de resíduos e o consumo mais consciente e eficiente de água e energia. Nesse contexto, a Escola dinamizou uma série de campanhas de sensibilização e consciencialização dirigidas a toda a comunidade escolar.
Neste ano de 2012 procedeu-se à renovação da Certificação Nós Pela Natureza e, fruto da melhoria efetiva de comportamentos e da alteração de alguns equipamentos para a redução dos consumos de água e energia, a Escola aumentou o nível de certificação de três para quatro malmequeres, devido também ao forte empenho dos alunos do Clube do Ambiente e de toda a comunidade escolar.
A Escola Básica com Secundário de Arcozelo é a primeira escola do concelho a alcançar o quarto nível da Certificação Nós Pela Natureza e, por isso, todos os alunos, professores e colaboradores que têm contribuído para a redução da pegada de carbono da escola, estão de Parabéns!




7 de Maio de 2012

Maio 2012 | Resultados do Concurso O Oleão da Minha Escola